Enfim, BONITO!

Depois de alguns anos realizo o sonho de conhecer Bonito no Mato Grosso do Sul. A trip do quarteto foi maravilhosa e vou contar pra vocês um pouquinho de como foi nossos dias por lá!

Bonito é um município brasileiro da região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul. Pólo do ecoturismo em nível mundial, suas principais atrações são as paisagens naturais, os mergulhos em rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas, cavernas e dolinas.

Fomos pelo Aeroporto de Campo Grande (Mato Grosso do Sul) de lá alugamos um carro com o Reserve Car, que é uma plataforma que busca e compara os melhores alugueis de carros, presente em mais de 120 países!

Carrinho alugado, dirigimos em torno de 300km em asfalto, 4h30m de viagem. Estrada tranquila, mas cuidado tem muitos animais. Abaixo deixo o caminho correto e mais seguro para seguirem:

 

Nos hospedamos no Hotel Pousada Águas de Bonito, gente, já morro de saudades só de falar! Pessoas mega hospitaleiras, atenciosas, pousada aconchegante, muito verde, piscinas, piscina aquecida, jacuzzi… Pois é fiquei mal acostumada.

Acordamos com os pássaros TODOS os dias, queria ter esse despertador sempre! A interação com a natureza é diária, uma delicia ter tucanos no jardim, diversos pássaros que nunca havia visto!

Sem falar da Merenda Pantaneira, ela é servida todos os dias ás 16:00 para os hóspedes sem custo, comidas regionais, muita coisa gostosa, conhecemos a SOPA PARAGUAIA, quem for não deixe de experimentar!  Sempre na volta dos passeios corríamos pra pegar a merenda, ADORAMOS! É aberta para não hospedes também (R$ 23,00 por pessoa).

Dentro do Hotel Pousada Águas de Bonito tem a agência Águas Turismo, que foi quem cuidou de todos nossos passeios. Lá vocês encontram todos os passeios de Bonito, vocês conseguem locar a câmera GoPro e também o DOME (aquela lente que faz as fotos metade na água e metade fora!)

Em Bonito você não consegue fazer passeios “independente” você precisa passar por uma agência, existe limite de pessoas em cada passeio, eu fiquei impressionada com a organização da cidade, o turismo é de alto nível!

A cidade é repleta de sinalização, e a agência disponibiliza um mapa. Foi super fácil.

Pois bem, a agência Águas Turismo montou uma programação sensacional pra nós. Vou contar pra vocês aqui embaixo:

Primeiro Dia –

Gruta do Lago Azul – (18km do Centro da Cidade)

A Gruta do Lago Azul é o cartão postal de Bonito, o passeio inicia com uma trilha de aproximadamente 200m até a entrada da cavidade. Dentro da gruta há diversos espeleotemas, de diversas formas e tamanhos, formado a milhares de anos, apreciamos durante a decida. A decida até o fundo é de aproximadamente de 300 degraus. No fundo da gruta o lindo e famoso lago de águas intensamente azuis e com a profundidade de mais de 80m. Não podemos entrar no Lago, somente contemplar, mas valeu muito apena!

Alê não pode estar nessa viagem, mas voltaremos com ela!

De lá fomos para Grutas de São Miguel – (04 km de distância da Gruta Azul) –

Chegamos nas Grutas de São Miguel e fomos receber as instruções para o passeio, mas antes, fomos observar as araras que lá vivem. Gente, olhem essas fotos:

Depois de interagir com as araras vermelhas, começamos o passeio para Gruta. Pudemos caminhar sobre uma ponte suspensa em meio ao cerrado.

Os guias são altamente preparados e nos explicam absolutamente TUDO, chegando nas Grutas de São Miguel, começa a aventura subterrânea, é uma cavidade seca, podemos caminhar ao lado das formações de espeleotemas, como: estalactites, estalagmites, travertinos, esculpidos pela natureza durante milhões de anos. Uma experiência e tanto!

Das Grutas de São Miguel seguimos para a Nascente Azul – (48km de distância)

A Nascente Azul é um complexo de Eco Turismo, têm muitas atrações, playground, tirolesa, trilhas, mergulho.. Fomos para fazer a flutuação pelo rio Bonito! Mas antes, aquele almoço delícia, saudades da comida desse lugar!

A Nascente impressiona muita vida, muito verde, plantas nativas! Achei demais eles terem acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida, a Nascente Azul possui cadeira anfíbia.

Vocês sabem por que a Agua de Bonito é TÃO cristalina? Devido à alta concentração de calcário (carbonato de cálcio) na água, o calcário possui uma propriedade de calcificar qualquer sólido que esteja na água, deixando-o mais pesado e naturalmente, concentrando no fundo do rio. Por isso águas tão cristalina. Parece sonho!

Fotos: Meu Dome 

Depois do passeio corremos pra pegar o que? A merenda do Hotel Pousada Águas de Bonito, não dá pra perder! Rs!

À noite ainda fomos para o Projeto Jibóia – (1.5km do Hotel)

Henrique Naufal, tenta de maneira extrovertida desmistificar as serpentes, passando pelas lendas e fatos, evitando assim sua matança indiscriminada na natureza. Uma maneira diferente de trazer educação ambiental. E claro, pegamos na cobra kkkkk:

E pra fechar o dia fomos comer o famoso PACU NA BRASA no Restaurante JUANITA! Adoramos, recomendo!

Segundo Dia –

Estância Mimosa – (25 km do Centro) – 

A Estância Mimosa ganhou um lugar especial no meu coração, além de ter o melhor doce de leite (água na boca só de escrever, da próxima vou trazer uns 10 kkk), o passeio é lindo, dura em torno de 3h30m!

Fazemos uma trilha de 2.800m pela mata ciliar do Rio Mimoso, e vamos parando em algumas cachoeiras, no total de 08!

Cada cachoeira é única. Fauna, flora e água abundante emolduram todo esse cenário, e claro, águas cristalinas!

Seguimos para o Parque Ecológico do Rio Formoso (32km de distância da Estância Mimosa)

O Parque tem muitas atrações, uma estrutura ampla, com tirolesa, cavalgada, caiaques, redário.. Nós fizemos o Bóia Cross, é muito divertido, cada uma fica em uma bóia e vamos descendo o Rio Formoso, são 08 obstáculos entre corredeiras e cachoeiras e alguns pontos de calmaria. É um passeio para contemplar e se divertir!

Vale ressaltar os guias que foram MUITO DIVERTIDOS!

À noite conhecemos o Restaurante Zapi Zen Pizzaria. Mais uma vez, comemos super bem! Pedimos pizzas salgadas e doce,  MUITO GOSTOSAS! O ambiente é aconchegante e o restaurante tem uma pegada natural, não tem refrigerante e os sucos são maravilhosos!

Terceiro Dia –

Lagoa Misteriosa (50km da cidade) – Localizada na Cidade de Jardim –

Estava ansiosa por esse dia! Acordamos cedinho e pegamos a estrada para Jardim, as estradas são sinalizadas e boas, pegamos alguns trechos em obras, mas nada que atrapalhasse.

A Lagoa Misteriosa tem esse nome pelos mistérios da sua profundidade, o mais fundo que um mergulhador conseguiu ir foi 220m, mas estima-se que ela pode ter 320m.

A visibilidade pode chegar a 60m, os tons de azuis são de impressionar. É possível fazer mergulho de cilindro (batismo / avançado) e a flutuação. Fizemos a flutuação e já deu pra sentir a mágia, da próxima quero mergulhar de cilindro!

Devido ao aumento do volume de água o deck de madeira está submerso, fizemos algumas fotos nele! Achei demais!

Depois da Lagoa Misteriosa seguimos para a Flutuação no Rio da Prata, fica na mesma propriedade, é bem do ladinho da Lagoa.

Fazemos uma pequena trilha, em meio á arvores centenárias, bichos..  A Flutuação no Rio da Prata foi incrível, é uma flutuação longa, percorremos em torno de 2.600m, MUITA vida, fauna e flora subaquática de impressionar!

No trajeto encontramos com macacos prego, bem pertinho! Foi demais, é um passeio imperdível!

 

 

Final de tarde fomos para o Buraco das Araras!

È um passeio contemplativo, caminhada leve por aproximadamente 970 metros, ao redor de uma dolina (formação geológica), com duas paradas para observação e contemplação em dois mirantes. Formação geológica resultante do desmoronamento de blocos rochosos criando esta enorme cavidade: são 500m de circunferência e 100m de profundidade.

No fundo do buraco, uma lagoa de água esverdeada, rodeada por mata que abriga jacarés cuja sobrevivência permanece um mistério. Além deles e das araras-vermelhas, mamíferos como tatu, a cutia, o quati, o lobinho e outras 150 espécies de aves, incluindo curicacas e tucanos, escolheram o lugar para viver.

À noite fomos convidadas pelo Chef Felipe Caran para conhecer o Restaurante Casa do João.

A experiência gastronômica foi incrível, o ambiente é super aconchegante, muito verde e atendimento nota 10!

Ele já foi eleito o melhor da região centro-oeste, e o quarteto assina embaixo!

Experimentamos o Ceviche de Jacaré, primeira vez que comemos carne de jacaré, podem pedir sem medo,  BOM DEMAIS!

Pedimos tabém um Bolinho de Traíra com massa de batata doce, delicioso.

O prato principal foi o Pirarucu do Chef Léo, Jesus amado, que peixe!

E de sobremesa, não deixem de pedir o sorvete quente,  é BOM DEMAIS!

Ainda arrumamos um tempinho para passar na Vicio da Gula, é uma doceria no centrinho. Não podíamos deixar de experimentar os bombons com recheio das frutas do cerrado, comi o de Jaracatiá, é feito com o caule da arvore, pra quem aprecia doce não deixe de ir. Adorei!

E o point de Bonito é o BONITO BEER, pra quem gosta de cervejas artesanais o local é bem descolado, da uma galera à noite e você serve sua própria cerveja, vale demais a visita. Ao lado do Bonito Beer tem uma loja que eu queria levar simplesmente TUDO! Passem lá e depois me contem se não dá pra pirar kkkk..

Quarto Dia – (último dia L )

Boca da Onça Eco Tour ( 45km da Cidade) – Localizada no Município de Bodoquena –

https://www.bocadaonca.com.br/

Boca da Onça nos surpreendeu! Fizemos o maior rapel de plataforma do Brasil, descemos 90m, a vista lá de cima é demais! Tem um paredão onde ficam alguns pássaros, foi uma experiência e tanto!

Depois do Rapel, começamos a trilha para conhecer as cachoeiras, a trilha tem entorno de 4km (+ ou – 3h30m de trilha), entre escadas e trilhas, várias cachoeiras de tirar o folego. Conhecemos a maior cachoeira do Mato Grosso do Sul (156m) – Cachoeira Boca da Onça, pura energia, majestosa, que lugar, coloque no roteiro!

 

Cachoeiras com águas cristalinas, a cada parada um visual, a cada parada um sorriso no rosto por estar vivenciando aquilo.

Nesse link você encontra o roteiro da trilha .

No final do passeio é servido um almoço delícia no fogão a lenha, a estrutura do receptivo é bem aconchegante!

Esse foi nosso ultimo passeio e fechamos a viagem com chave de ouro. Que trip! Tenho tantos momentos comigo, a natureza sempre surpreende e nos presenteia.

Escrevo esse post com saudade de acordar com os pássaros, sentir ar puro, da receptividade que tivemos no Hotel Pousada Águas de Bonito, já estamos programando nossa volta! Até da água gelada eu tenho saudade kkkk! Ano que vem volto com mais passeios por aqui ❤

ps: Lá no meu instagram nos ‘destaques’ vocês podem conferir alguns vídeos também! :*

 

Hotel Pousada Águas de Bonito
Rua 29 de maio, 1679, Bairro América
Bonito-MS – CEP: 79290-000

http://www.aguasdebonito.com.br

Fone: (67) 3255-2330
(67) 98111-2812 (Claro)
(67) 99685-4375 (Vivo)
(67) 98103-8727 (Tim)

2 respostas
  1. Ingrid madiany da Silva Santos
    Ingrid madiany da Silva Santos says:

    Olá fê, gostaria de saber quantos dias vcs passaram e quantos vc acha necessário para conhecer bona lugares em bonito?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *